Fígado fabricado em laboratório é transplantado pela primeira vez

Uma equipe liderada por pesquisadores do Centro para Engenharia na Medicina do Hospital Geral de Massachusetts (MGH), dos Estados Unidos, desenvolveu uma técnica que poderá permitir a “criação” de fígados transplantáveis. Graças à pesquisa, publicada na revista científica Nature Medicine, órgãos que são descartados por serem incompatíveis com os receptores poderão ser reutilizados.

De maneira resumida, os cientistas usaram como base um fígado incompatível. Eles tiraram as células do órgão, deixando apenas sua estrutura inteira – o colágeno e o sistema vascular. Nessa espécie de “moldura”, os pesquisadores injetaram 200 milhões de células saudáveis de fígado, que se espalharam pela estrutura.

Depois de alguns dias, o orgão foi transplantado para um rato, e funcionou por algumas horas. Apesar de ter durado pouco tempo no animal, os cientistas estão animados com a experiência. Afinal, o transplante de fígado, muito limitado pela escassez de doadores de órgãos, é o único tratamento eficaz para a insuficiência hepática. Só nos Estados Unidos morrem cerca de 4.000 pessoas por ano que poderiam ter sobrevivido se tivessem recebido um novo fígado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: